Transformação digital e economia 4.0, conceitos aparentemente simples, porém carregados de informações. Você está preparado para tudo isso?

No post de hoje, falaremos um pouco sobre essas tendências.

Começamos nossa análise refletindo a partir dos acontecimentos do século XVIII, onde a descoberta do uso do vapor impulsionou a primeira grande revolução industrial (e social). Um século depois, foi a vez da eletricidade. 

Saltamos alguns anos e chegamos na década de 1970, repleta a grandes acontecimentos: guerras, popularização da TV a cores, nascimento do que seria a gigante da computação, a Apple. Esse período ficou marcado como uma época de revolução pelas automações e redes de conexão

O que podemos chamar de economia 4.0 é um avanço rápido destas tecnológicas combinadas com IA (Inteligência Artificial), IOT (Internet das coisas) e Big Data.

As iniciativas e empresas que usam deste conjunto tecnológico estão tomando conta do mercado atual e saindo na frente das competidoras. 

Segundo a Runrun.it, esta nova Revolução que estamos presenciando tem quatro pilares fundamentais. 

Estes pilares podem ser vistos, por exemplo, nos mesmos “ingredientes” utilizados nas “receitas de bolo” de crescimento das Startups, resumidos no termo “evolução disruptiva”. 

Os pilares desta nova revolução são: Sociedade, Estratégia, Talento e Tecnologia.

  • Sociedade: tem papel importante para definir o avanço da economia. Com a informação ao alcance de todos, sem discriminação de raça, cor, crença (ainda bem), o conteúdo se torna descentralizado, à disposição de todos.
  • Estratégia: está relacionada ao pensamento a longo prazo. Vender ou alugar? Comprar integralmente ou pagar apenas pelo que usar? Um exemplo, aqui, são os carros elétricos, que podem até não ser a sensação do momento, mas serão alternativas quando recursos energéticos ficarem escassos. A Tesla já está pensando nisso a alguns anos.
    Alguns empresários, ou melhor, 56% deles de acordo com a pesquisa realizada pela Forbes/Deloite acreditam que a produtividade pode ser o caminho para uma boa estratégia. Porém há pesquisas que apontam o contrário: mais do que aumentar a produtividade é necessário inovar em sistemas, análises e processos de forma geral.
  • Talento: é fundamental contar com um time talentoso e flexível. Gaste mais tempo nas contratações, busque por equipes de alta performance e o retorno será benéfico ao crescimento da empresa. 
  • Tecnologia: invista cada vez mais em novas tecnologias. Uma dica é montar grupos de pesquisa dentro do seu nicho para buscar novas formas de inovar, melhorar rotinas e atualizar sistemas.

Segundo o estudo da McKinsey, somente 4% das empresas estão totalmente digitalizadas, enquanto muitas outras ainda nem possuem tecnologias avançadas. 

O que eu gostaria de passar, com esses dados é que você deve se reinventar todos os dias. Transformar para que os outros não te transforme, nem acabar se perdendo ou fechando no meio de tantas informações.

É comum ouvir na maioria das organizações algo como: “que time que está ganhando não se mexe”. Mas,  quão bom está sendo este jogo? O que de fato tem ganhado?

Você está com dificuldades para inovar processos, desenvolver novas ferramentas para atender este novo mercado exigente? Converse com a N Coisas Digitais, podemos te auxiliar na transição de seu negócio para um momento mais digitalizado.

Leave a Reply